terça-feira, 13 de novembro de 2012

Luta vã

Embora escreva
não há versos no papel.

Há apenas palavras
que não se dão as mãos.

Tento aproximá-las
mas esta parece
ser uma luta vã.

Deixo então que durmam,
quem sabe um sono puro
as transforme em irmãs.

Sérgio Q Medeiros

11 comentários:

Como de Costume disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Suzany Medeiros disse...

Acho que vou reimprimir Medeiros, 2011 pra inserir esse Medeiros, 2012 nos pré textuais. rs.

Sérgio Medeiros disse...

Um Medeiros a mais sempre ajuda :-)

Suzany Medeiros disse...

De onde vem esse Medeiros aí? Aonde está?

Sérgio Medeiros disse...

Suzany, meu Medeiros vem do meu pai, que é de Jardim de Piranhas. Eu já nasci em Mossoró e hoje moro em Natal.

Suzany Medeiros disse...

É muito bom ver que há Seridó em mais espaços do que a divisão política possa delimitar. rs. Já ouvistes falar da Terra de São Saruê, sim?

Sérgio Medeiros disse...

Acho que não. Onde fica essa terra? É no Seridó também? :-)

Suzany Medeiros disse...

Não?! Pois te digo que lá nos rios corre leite, as serras são de rapadura e se ficar com sede é só balançar um pé de água. O caminho é o Seridó, pelos lados do Gargalheira.
Esse você conhece, né?

Sérgio Medeiros disse...

O Gargalheira eu conheço, é muito bonito :-)
Já fiquei numa pousada que era do lado dele.

Suzany Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzany Medeiros disse...

Então você quase esteve em São Saruê. Foi como imaginei. Eu, prefeita, saberia se você tivesse aparecido. [risos]3